Uncategorized Prazer, somos Basement!

Prazer, somos Basement!

Em 2014, introduzimos ao País, através do Kria, o crowdfunding de investimento. Desde lá foram mais de R$30 milhões investidos em 70 startups por 2.000 investidores — construímos a maior comunidade de investimentos em startups do Brasil.

Com essa experiência, aprendemos as principais dores desse novo mercado de capitais, e nos desafiamos a criar uma nova experiência de investimento e gestão de portfólio e de empresas, simples, transparente e eficiente.

Apresentamos o Basement

Nossa solução de infraestrutura é voltada a facilitar o controle dos investimentos em empresas não listadas em bolsa, com serviços de tecnologia de ponta-a-ponta: dos registros societários às janelas de liquidez.

Ajudamos empreendedores a realizarem rodadas de investimento e acompanharem as participações de todos os seus acionistas, sem erro.

Através do Basement, empreendedores podem gerenciar seu relacionamento com investidores de forma simples e compartilhar com a comunidade de acionistas os principais avanços, destaques e desafios da empresa.

Para os investidores, fornecemos uma ferramenta para melhor gerenciamento do portfólio, com clareza de suas participações e direitos e controle dos materiais das ofertas.

Investidores podem visualizar a carteira de investimentos com indicadores de valor investido, porcentagem de participação e valorização do investimento e termos do investimento, como preferência de participação em novas rodadas e condições de saída do investimento.

Além disso, o também fornecemos aos investidores o acesso a relatórios de desempenho, comunicados, informações financeiras, documentos societários e a um canal de comunicação aberto com empreendedores, além de controle de prazos e das informações disponibilizadas pelas empresas.

Esse é apenas o começo do universo de soluções e facilidade que o Basement pretende oferecer às empresas e aos investidores na trilha para uma revolução no mercado de capitais brasileiro.

Comentários

Nenhuma resposta para esse artigo.

Deixe seu comentário

powered by Logo